You are here
Cinema Críticas Livros 

O Assassinato no Expresso do Oriente [Resenha]

O Assassinato no Expresso do Oriente é um romance policial escrito por Agatha Christie publicado pela primeira vez no Reino Unido em 1º de Janeiro de 1934 pela editora Collins Crime Club.

Depois de ter lido diversos romances do famoso detetive Sherlock Holmes, percebi um crescente gosto em mim por literatura policial e investigativa. A partir dai, resolvi me aventurar a ler Agatha Christie, começando pelo romance O Assassinato no Expresso do Oriente, por conta do anúncio da nova adaptação cinematográfica.

A autora criou diversos detetives para protagonizarem seus romances, e dois deles ganharam mais destaque, sendo eles Hercule Poirot e Miss Marple. Em O Assassinato no Expresso do Oriente, quem assume o caso é o detetive Poirot, que embarca no expresso de última hora e, mal sabe ele que terá seu próximo caso lá mesmo.

Pouco depois da meia-noite, uma tempestade de neve para o Expresso do Oriente nos trilhos, sem previsão para retomar sua viagem. O luxuoso trem está surpreendentemente cheio para essa época do ano. Porém, na manhã seguinte, há um passageiro a menos. Um homem é encontrado morto em sua cabine de uma forma peculiar e assustadora. Com o trem preso na neve, cabe ao detetive Poirot desvendar esse misterioso e conturbado crime.

A escrita de Agatha Christie pode começar lenta e sem ritmo ao primeiro contato, visto que ela não tem pressa à desenvolver o enredo principal. Porém, quando a parte investigativa da história começa, o enredo passa a ser muito dinâmico e divertido de acompanhar, visto que o personagem expões tudo o que está acontecendo para o leitor, nos incluindo na investigação junto com ele, e nos deixando ansiosos à descobrir quem foi o criminoso da vez. A tensão para o clímax da resolução do crime também é muito bem construída pela autora, visto que ela só a revela nas últimas páginas do livro, surpreendendo o leitor com o desfecho.

O livro nos da todos os elementos que um bom romance policial precisa, assassinato, interrogatório de suspeitos, pistas, arma do crime, conspirações e, um detetive extremamente cativante e determinado a resolver o mistério.

Com certeza irei atrás de mais romances da autora como “E Não sobrou nenhum” e “O Assassinato de Roger Ackroyd” dois títulos bem conhecidos entre os fãs de literatura policial.

Um dos motivos que fez despertar a curiosidade sobre esse livro, foi o lançamento do trailer da nova adaptação cinematográfica da obra. O filme, dirigido por Kenneth Branagh, esta previsto para 10 de novembro de 2017, e conta com atores como Johnny Depp, Daisy Ridley, Michelle Pfeiffer, Willem Defoe e o próprio Kenneth Branagh no elenco.

Trailer do filme:

 

Related posts

Leave a Comment