You are here
the cloverfield paradox Cinema Notícias Últimas Notícias 

Netflix surpreende e lança “The Cloverfield Paradox” logo após o trailer

Durante o intervalo do SuperBowl (a final da liga de futebol americano nos EUA) já é tradição que as produções mais aguardadas do ano revelem seus teaser trailers e comerciais, mas neste ano tivemos um fato realmente inusitado.

A Netflix apresentou o teaser trailer de “The Cloverfield Paradox”, e ao final informou: o filme seria lançado MUNDIALMENTE ainda naquela noite, algumas horas depois, logo após o final do jogo. E é isso aí. The Cloverfield Paradox já está entre nós.

Trata-se da campanha de divulgação pré-lançamento mais rápida da história. E novamente a Netflix saindo do básico para surpreender seus assinantes.

cloverfield imagem

O filme tem 1 hora e 42 min. e segundo a sinopse da Netflix: “Em órbita sobre um planeta prestes a entrar em guerra, cientistas testam uma possível solução para a crise de energia, mas acabam em uma realidade alternativa.” E é isso.

A direção ficou a cargo de Julius Onah e o elenco conta com nomes como Daniel Brühl (“Capitão América: Guerra Civil” e “Rush) e Gugu Mbatha-Raw (a menina daquele episódio do Black Mirror, que não parece muito Black Mirror mas no final é super Black Mirror. Sim, o San Junipero)

Mais Cloverfield

“The Cloverfield Paradox” é o 3º filme de uma série de filmes produzidos por J.J. Abrams, e que na verdade nem começou como série.

“Cloverfield – Monstro” foi lançado em 2008, dirigido por Matt Reeves (dos novos ‘Planeta dos Macacos’) e usava aquela fórmula de “filmagem encontrada / falso documentário”. O filme narrava a sobrevivência de um grupo de jovens que tentavam escapar de um misterioso e repentino ataque à Nova York, realizado por um monstro gigantesco.

cloverfield-monstro

Todo mundo achava que havia terminado por aí, quando, do nada, em janeiro de 2016, foi lançado o trailer de “Rua Cloverfield, 10” (Cloverfield Lane 10), e o filme lançado pouco tempo depois, em março daquele ano. À primeira vista, a produção carregava apenas o nome Cloverfield, pois a trama aparentava transitar por outro gênero, o de “filme de câmara” – aqueles filmes ambientados em um único local e que geralmente trabalham com suspense – e a trama parecia nem ao menos flertar com a ficção científica do longa de 2008.

rua cloverfield 10

A surpresa veio com “Rua Cloverfield, 10” mostrando sua verdadeira faceta no ato final do filme, e confirmando que se tratava de uma obra integrante de um “universo Cloverfield”.

Agora, com “The Cloverfield Paradox”, J.J. Abrams parece completar sua trilogia.

Logo mais teremos crítica!

Related posts

Leave a Comment